Prova de Conceito

 

 

 

Voltar

 

 

 

Introdução

 

Prova de Conceito, do inglês Proof of Concept (PoC), é um termo utilizado para denominar um modelo prático que possa provar o conceito (teórico) estabelecido por uma pesquisa ou artigo técnico. Em Tecnologia da Informação (TI), o termo pode ser relacionado ao desenvolvimento de um protótipo como ferramenta para provar a viabilidade de um projeto de Sistemas ou Infraestrutura de TI.

A prova de conceito permite demonstrar na prática a metodologia, os conceitos e as tecnologias envolvidas na elaboração do projeto. Trata-se, pois, de uma iniciativa de curto prazo, incluída no cronograma de atividades do projeto e orientada de forma restrita ou de acordo com a viabilidade do cenário a disposição. Tem natureza colaborativa, envolvendo a expertise do projetista e fornecedores e as competências do cliente.



Formalizando a Prova de Conceito

Todas as alterações de um projeto de TI devem ser testadas antes de serem disponibilizadas para os usuários. É importante testar dispositivos existentes, novos equipamentos e versões dos sistemas instalados primeiramente em um ambiente de não-produção ou, quando isto não for possível, em segmento limitado que se encontra funcionando. Esse é o valor real de fazer uma prova de conceito, verificar se os novos equipamentos e versões de sistemas se integram aos dispositivos existentes, bem como à rede como um todo.

A prova de conceito pode ter muitas formas, por exemplo:

  • Lista de tecnologias (frameworks, padrões, arquiteturas etc.) conhecidas que pareça adequada ao projeto;
  • Esboço de modelo conceitual de uma solução;
  • Simulação de uma solução através de ferramentas de software;
  • Protótipo executável.

 

Resultados

 

A partir da prova de conceito é possível avaliar os resultados dos testes de aceitação e certificação e usar esses resultados para balizar as alterações que se fizerem necessárias na estrutura (lógica e física), de segurança e especificações de gestão antes de gerar uma proposta final de projeto.

Como vantagens específicas associadas à utilização da prova de conceito destacam-se:

 

  • Testar hardware, software e firmware sem afetar a disponibilidade da rede para os usuários;
  • Elaboração de scripts de testes e respectivos procedimentos para verificar possíveis inconsistências;
  • Elaboração de projeto viável para o cliente. 

Uma prova de conceito é necessária e deve ser empregada em situações que considerem:

 

  • O escopo do projeto não é bem entendido – se o escopo não é familiar aos envolvidos no projeto, a prova de conceito não pode apenas explorar soluções possíveis, mas também pode ajudar a entender e esclarecer os requisitos necessários;
  • Experiência de projeto – quando o grupo de trabalho tem pouca experiência anterior, considerando que todo projeto é uma atividade não repetitiva e única, não sendo possível basear resultados em arquiteturas e tecnologias existentes, pois cada caso é um caso;
  • Requisitos complexos – quando qualquer requisito é considerado complexo, podendo ainda ser classificado como particularmente oneroso, mesmo que o domínio seja familiar e o projeto tenha similaridade com outros existentes;
  • Alto risco - quanto maior o risco, mais esforço é necessário, uma vez que há a expectativa de resultados mais realistas dos modelos produzidos e avaliados. Entretanto, é preciso reconhecer que nem todos os riscos podem ser eliminados. 

Conclusão

 

A prova de conceito serve para validar um projeto antes que este seja executado na prática. Todos os resultados dos testes devem ser plenamente avaliados na prova de conceito, uma vez que nas fases posteriores, que envolvem o planejamento e futuramente a instalação e operação, será maior a relutância às mudanças ou à reinterpretação dos requisitos.

 

A metodologia é recomendada para evitar imprevistos durante a execução do projeto, comprovando o bom entendimento do escopo, que os requisitos de projeto são bem definidos e o seu desenvolvimento pode ser avaliado como tendo baixo risco para o cliente.

 

todos os direitos reservados

Sabiá Agência Interativa